Padre Fellinto
A Igreja no Brasil
 
 
28.Jan - Oração, cantos, testemunhos: jovens despedem-se da JMJ 2019

Coragem. Uma moral forte diante do perigo e os riscos, um sentimento que inspira bravura e intrepidez, essa foi a exortação do Papa Francisco aos jovens na Jornada Mundial da Juventude 2019. O pedido reveste uma segunda-feira de recomeços, após seis dias de festa, oração, cantos, danças, testemunhos, cores e culturas, sob o sol do Panamá. Agora, peregrinos de 156 nacionalidades regressam a seus países com uma reflexão pulsante sobre a palavra que deu origem à história de amor no mundo: o “sim” de Maria.


 


“Não tenham medo de dizer ao Senhor que vocês também querem fazer parte da sua história de amor no mundo”, encorajou Francisco. Os aplausos, gritos e saudações que acolheram o líder da Igreja Católica na quinta-feira, 24, para o início da JMJ 2019, deram lugar, no decorrer dos dias, ao silêncio ensurdecedor de uma multidão reflexiva diante da convocação para o abandono dos medos, das contradições e fragilidades. O pedido era que “deixassem-se influenciar” por Maria, aquela que, de acordo com o Papa, teve e tem maior influência na história.


 


Na memória da Via-sacra de Jesus, os sofrimentos do passado e do presente foram recordados e, mais que respostas, os jovens ganharam questionamentos. “O que você faz? Como reage à vista de Jesus que sofre, caminha, emigra no rosto de tantos amigos e desconhecidos que ‘tornam-se’ invisíveis? Consola e acompanha o Senhor, inerme e sofredor nos mais pequenos e abandonados? Ajuda-o a carregar o peso da cruz, como o Cireneu, fazendo-o operador de paz, criador de alianças, fermento de fraternidade? Permanece ao pé da cruz, como Maria?”, indagou Francisco.


 


A procura era por respostas, e os olhos sabiam por qual horizonte elas viriam, fixavam-se em Maria. O pedido do Papa era que os jovens os mantivessem assim, abertos, resgatados da paralisia e da confusão. “Ensinai-nos a dizer: estou aqui com o vosso Filho, com Maria e tantos discípulos amados que desejam acolher o vosso Reino no seu coração”, rogou o Santo Padre. Ser o “agora” de Deus, a geração da escuta, da unidade, da promoção, da construção do sonho comum, este foi o ânimo e vigor dado pela Igreja aos jovens. A convocação vem, de acordo com Francisco, de um Deus que define o amor como sinônimo de “tudo”.


 


A frase do Papa, dita na cerimônia de acolhida, é parte agora da recepção de um novo dia, mês, ano e história da juventude cristã que despediu-se, neste domingo, 27, de uma vida de perguntas sem respostas para viver a fé da resposta. “Cada um regressará à casa com aquela força nova que se gera sempre que nos encontramos com os outros e com o Senhor”, disse o Pontífice.


 


Para Portugal, em 2022, próxima edição do evento, a expectativa é de uma juventude alimentada pelo despojo do supérfluo e preenchida de um protagonismo cristão e social que tenha brotado das palavras de Maria que sucederam seu “sim” a Deus: “Faça-se em mim a tua palavra” (Lc 1, 38).


Fonte: Canção Nova

Indique a um amigo
 
 
 

Copyright ©
Warning: date(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone. in /home/fellinto/public_html/index.php on line 204
2019 Padre Fellinto. Todos os direitos reservados.